sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

DICAS E BLOCOS PARA O FIM DE SEMANA

Domingo: o grupo “Tá Faltando Um” liderado pelo meu amigo Delano Vieira, navegando pelo que há de melhor de pagode e MPB, realiza, nesse domingo, das 17 às 21h, sua concorrida roda de samba em novo endereço: no Bar Sabor da Morena, na Rua São Manoel (transversal da rua da Passagem) esquina com Rua Fernandes Guimarães. 17 h. Em frente à Praça Mauro Duarte.

Domingo: Música na Praça São Salvador (bairro do Flamengo). Lá se ouve o melhor do choro e da MPB, num ambiente que comporta todas as idades. Para crianças, há lugar para brincar e correr, e para os marmanjos o local é cercado de bares com cardápios variados, chope, cerveja e os famosos drinks da barraca do Luizinho. Começa às 12h.

Sábado: Orquestra Republicana no Clube Democráticos. Com repertório que trafega entre o samba e o choro é um ótimo programa para dançar. Nos intervalos o DJ Cafú toca MPB, samba, choro e samba-rock. O endereço é Rua do Riachuelo, 91 Lapa, às 23h30m. Ingressos: R$ 18,00 (inteira), $15,00 (meia) e R$ 13,00 (mulher). Reservas: 9644-1713

Sábado: Sururu na Roda no Centro Cultural Carioca. O grupo tem um amplo repertório de MPB e composições próprias, que constam no repertório do novo CD “Que Samba Bom”. É formado por Nilse Carvalho (cavaco, bandolim e voz), Camila Costa (violão e voz), Fabiano Salek e Silvio Carvalho (Percussão e voz). Participação Especial: Naife Simões (percussão). Começa às 22h30m, o endereço é Rua do Teatro, 37 – Praça Tiradentes (Centro). Ingresso R$ 20,00. Informações 2252-6468.

Sábado: O “Samba UNE” reedita o “Cantinho da Fofoca” a célebre roda de samba realizada no final dos anos setenta em Botafogo, ocorre no segundo e no último sábado do mês, nesse tem e começa às 18h. Só que agora é no Flamengo e acontece no terreno onde funcionava a sede da União Nacional dos Estudantes (UNE). E tudo “rola” no tradicional estilo das melhores rodas cariocas, simples e espontânea, valorizando os bons sambas e os mestres da antiga. O melhor de tudo é que não tem hora para acabar, vai até aonde a vizinhança permite, a entrada é franca e a cerveja está sempre gelada.

Sábado: Projeto Encontro de Bambas no Clube Renascença. Uma das melhores rodas de samba do Rio de Janeiro. Com Renato Milagres, banda Esquadrilha e convidados. Sempre aos sábados das 17 às 22 horas. Rua Barão de São Francisco 45 Andaraí. Fone: 02125722322 Ingresso: R$ 10,00.

Sábado: Pagode do Negão da Abolição e Nézio Simões. Na Movelaria Café, na Lapa!Rua do Lavradio,34 (Quarteirão Cultural)Início: 22h. E toda quarta-feira,no Clube Guanabara em Botafogo, Início: 20h:30m.

Sábado: Samba “da Ouvidor”. É uma roda de samba que acontece dois sábados por mês – nesse tem -, na Rua do Ouvidor (no trecho entre as ruas do Mercado e 1 º de Março, no Centro), ao ar livre, a partir das 12h, onde são cantados sambas ainda não conhecidos das gravadores e do grande público, que revelam a vitalidade deste gênero musical bem carioca. Com muita gente bonita, mesas espalhadas ao longo da rua, e bares com cardápios variados para quem quiser almoçar. É bom chegar cedo para sentar perto da “roda”.
Sábado: Chorinho da Feira da General Glicério (Laranjeiras). É uma reunião de músicos realizada há muitos anos, freqüentada basicamente por moradores do bairro, que lá se encontram, entre uma esticada ou outra na feira, para ouvir uma boa música brasileira, tomar uma cerveja ou uns drinks na barraca do Luizinho, saborear o já famoso bolinho de bacalhau e jogar conversa fora. Começa por volta de meio dia e acaba a hora que os músicos decidem, mas em geral não passa das 14h. É ao ar livre, portanto, quando chove nada acontece. A Rua General Glicério é uma transversal que fica a altura do nº 430 da rua das Laranjeiras.

Sexta-feira: Escravos da Mauá. O Bloco realiza mais um ensaio, até o carnaval vai rolar todas as sextas-feiras, a partir dos 20h, com o enredo A FESTA DO LAVA-PÉS (O Rio é de todos nós), com samba composto pela Velha Guarda da sua Ala de Compositores. O ensaio é no Largo da Prainha, na Praça Mauá.

BLOCOS PARA CONFERIR NO FIM DE SEMANA*

Imprensa que eu gamo - Sábado, dia 7/2, às 12hConcentração: Mercadinho S. José. O bloco, como o nome já diz, é organizado por jornalistas. Costuma sempre desfilar com um samba crítico e irreverente. A concentração é no Mercadinho S. José, na Rua das Laranjeiras e o desfile segue pela Gago Coutinho, vira no Largo do Machado e retorna para o Mercadinho pela Rua das Laranjeiras. Cores: vermelho e grafiteAno passado mudou de dia e passou a desfilar no domingo.

Rio Carioca - Sábado, dia 7/2, às 14h. Concentração: Rua Ipiranga. O bloco que tem como fundador e diretor o mestre de bateria Odilon Costa não faz por menos. Sai com uma bateria de responsa de mais de 300 ritimistas. O desfile começa pela Rua Ipiranga, segue pela Paissandu, Passa pela Senador Correia, rua São Salvador e termina na Ipiranga, em frente à Loja Maracatú Brasil.

Banda de Ipanema - Sábado, dia 7/2, às 15h. Concentração: Praça Gal. Osório com R. Teixeira de Melo. Muita gente se diverte com as fantasias caprichadíssimas e engraçadas das drags. É uma festa para os fotógrafos. O desfile começa na Rua Teixeira de Melo, passa pela praia e retorna pelas ruas Joana Angélica e Visconde de Pirajá. A banda também desfila no sábado e na terça de carnaval. Horário: Sábado, dia 21/2, às 15hConcentração: Praça Gal. Osório com R. Teixeira de Melo.
Nem Muda nem sai de cima - Sábado, dia 7/2, às 17h. Concentração: R. Garibaldi. O animado bloco desfila pelas tranquilas ruas internas da Muda e depois invade a movimentada Rua Conde de Bonfim. Sempre é divertido ver foliões invadindo uma rua movimentada. A bateria é bem ensaiada com a maior parte dos integrantes vindos das escolas de samba vizinhas. Uma das melhores concentrações que há. Cores: amarelo e vermelho.

Me Esquece - Domingo, dia 8/2, às 13h. Concentração: Praça Ataualpa, no final do Leblon. O enredo para esse ano trata da Histórias dos carnavais no Rio. Percurso pela praia até a Av. Bartolomeu Mitre.

Suburbanistas - Domingo, dia 8/2, às 15h. Concentração: Travesssa da Amizade. O Bloco faz seu ensaio na travessa onde morava Luiz Carlos da Vila, grande sambista, um dos fundadores do bloco que faleceu este ano. O bloco será comandado por Jane, viúva de Luiz, D. Esmerilda, a cantora Dorina e o grupo Samba com Atitude.

Bagunça meu Coreto - Domingo, dia 8/2, às 15h. Concentração: Praça São Salvador. Fundado por moradores de Laranjeiras e Flamengo faz seu primeiro desfile tocando apenas sambas-enredo clássicos e do ano corrente. O segundo desfile o repertório é de marchinhas de carnaval. Horário: Terça, dia 24/2, às 15h. Concentração: Praça São Salvador.
*As informações sobre os desfiles dos blocos nesse fim de semana foram obtidas na Agenda do Samba e Choro. Vale uma visita (agenda@samba-choro.com.br)

3 comentários:

fafa disse...

Bloco Imprensa que eu gamo - concentra às 13 e sai às 15h
Fafá Pinheiro

Irany disse...

Olá Flávio.
primeiro quero agradecer as indicações de coisas legais que acontecem na nossa cidade querida!!!
Só uma observação.. a Roda so SAMBA UNE acontece nos segundos e quartos sábados de cada mês, então a próxima é dia 14/02.
Abraços

Dei Ribas disse...

Caro amigo, Flávio!
Amigo e ex-colega de faculdade, Suam, bons tempos...
Que bom este espaço no seu blog para divulgar a programação musical de qualidade no Rio.
Gostaria de fazer uma pequena observação em relação ao horário do Choro na Praça São Salvador: na verdade começa às 11h e vai até 13h, no rigor, e às 13:30, quando a galera "tá inspirada". Depois disso, uns vão embora e, os que ficam se juntam com outros que chegam e rola uma roda de samba informal.
Para complementar: a galera do Choro se autodenominou: "Arruma o Coreto" (uma brincadeira "em antagonismo" ao bloco "Bagunça o Coreto"), em sua maioria alunos da Escola Portátil de Música.
Grande abraço e vá lá sempre.
Dei Ribas